7 de dez de 2009

Ainda?!











AINDA?!

Sossega, coração,
cala esse canto;
a primavera ja passou há muito,
e nem é mais verão.

Olha lá fora:
as folhas outonais vão indo embora
e não demora
a neve se amontoa ao teu redor.

Deixa esse afã de pássaro canoro.
Esquece o canto,
o vôo,
aprende a ronronar.

Te enrosca sobre a cinza ainda morna
que te resta,
tira uma sesta.
Vai.
Me deixa trabalhar.

(Téia Borda de Lima-D.A.Reservados)