28 de jan de 2010

A Vida




















A VIDA

Entre chegada e partida,
a vida é somente estrada,
estrada a ser percorrida,
por nós mesmos construída
a cada passo que damos,
cada ação ou omissão,
sentimentos que abrigamos
- podemos fazê-la alegre,
podemos fazê-la triste
(é só questão de atitude),
e a sua direção
podemos sempre mudar
- só o que não é permitido,
nessa estrada, é retornar...

(Eloah Borda)

2 comentários:

ju rigoni disse...

Belo poema, amiga!

Mas bem que eu gostaria de dar só uma retornadinha...

Bjs e inté!

Eliane F.C.Lima disse...

Oi, Eloah,
A Ju veio, mas eu vim também. Já viu os poemas dessa minha amiga comentados em meu blogue Literatura em vida 2? São de dar água na boca.
Que coisa boa esse poema "A vida"! Para se ver que o poeta se aproveita do referente a seu bel-prazer. Se o poema é doce, a vida mesmo nem tanto. Tenho vários poemas sobre a vida também.
Fui descendo e vendo muitos outros textos ótimos. Muito bom.
Eliane F.C.Lima (Poema vivo)