22 de ago de 2010

Cacos




















Cacos...

Me olhava no espelho,
que talvez mal posto
caiu de repente,
se fez em pedaços,
em torno de mim.

O susto passado,
olhei para baixo,
- nos cacos jaziam
pedaços de mim.

Estranho, pensei,
poder ver assim,
de modo concreto,
meus próprios pedaços,
olhando pra mim...

(Eloah Borda)

Talvez goste de ver: Espaço Poesia e Nas Trilhas dos Sonetos

Um comentário:

ju rigoni disse...

"em torno de mim"
pedaços de mim
olhando pra mim"

Constrói-se uma estrofe síntese com a junção dos últimos versos de cada estrofe. É como se juntasse os cacos. Genial, Eloah!

Bjs, querida. E inté!